Qual a relevância do seu site no ranking do Google?

5 min de leitura

Entenda como os critérios de ranking do Google podem afetar o seu produto digital

Ainda há quem trate o design como mero instrumento de estética. Essas pessoas não poderiam estar mais enganadas.

Cada vez mais, usuários têm dado prioridade para marcas e produtos digitais que levam as suas necessidades e dificuldades em consideração durante a navegação.

O próprio Google leva isso em conta. O seu algoritmo de busca é bem complexo e estimam-se que ele contenha mais de 200 critérios que vão muito além do SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca).

Entre eles, diversas métricas de user experience, tais como:

1- Velocidade de carregamento

A velocidade de loading é um dos principais critérios de rankemamento do Google. Ele foi incluso no algoritmo de buscas desktop em 2010 e, em 2018, acrescentou também as buscas mobile. 

2- Compatibilidade com dispositivos móveis e mobile-friendly

Já esta atualização foi feita em 2015, o que levou a maioria dos sites, em consequência, a adotarem um design responsivo em suas páginas.

Em 2016, uma nova atualização no critério passou então a priorizar a versão mobile de páginas para a indexação. Portanto, a usabilidade mobile passou a ser muito importante para a posição no ranking.

3- Visibilidade de informações

Sabe quando você entra em um site, mas não consegue encontrar a informação que busca devido a uma quantidade absurda de anúncios e pop-ups? Pois é, sites assim tendem a perder pontos com o Google.

Ainda bem, né?

4- Falhas de desenvolvimento

Erros de HTML, além de prejudicarem muito a navegação, atrapalham o rastreamento do buscador do Google. Dessa forma, o site pode ser rebaixado no ranking.

Existem diversas outras métricas que são levadas em consideração no algoritmo do Google. Além disso, ele sofre constantes modificações.

Já foi anunciado que assim que epidemia do Covid-19 estiver sob controle, novas atualizações que consideram a user expecience serão adicionadas em seu algoritmo do search.

É importante ressaltar que não existe uma receita exata para seguir e que irá subir instantaneamente o seu site na pesquisa. Mas, quanto mais critérios o seu produto digital cumprir, melhores serão as suas chances de ter uma boa posição no ranking.

Aplicar e/ou otimizar esses critérios em seu site não se trata somente de melhorar a relevância do seu site, assim como também aprimorar a experiência que você oferece para seus usuários.

Afinal, esse é também o objetivo do Google: oferecer a melhor experiência possível para quem o acessa.

E aí, quantas dessas métricas você segue? Que tal aprimorar o seu site para que ele seja um dos primeiros no search? Vamos marcar uma conversa!

Compartilhe:

Pronto para começar seu projeto?